quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

inaugurado edifício em construção


O Bloco de Esquerda inaugurou hoje o edifício em construção da sede da Junta da Freguesia da Glória, em Aveiro. Ainda está em construção, é verdade, mas esta inauguração serve para que o PSD e seu apêndice CDS comecem a pensar numa nova utilização para o edifício, que ficará em cerca de setecentos mil euros.
É que, se por um lado a coligação de direita decidiu construir este edifício no âmbito do Parque da Sustentabilidade, por outro decidiu também que aquela freguesia será agregada à da Vera Cruz, exactamente onde a lei prevê que ficará a nova sede.
O Bloco de Esquerda já tinha agendado, para o dia 14 de Dezembro, uma discussão na Assembleia da República para revogar a lei que extingue freguesias, assim como para discutir as várias petições com milhares de assinaturas a solicitar essa revogação. No entanto, para contornar essa discussão, PSD e CDS fizeram um agendamento potestativo, para os dias 6 e 7 do mesmo mês, com vista à promulgação da lei antes dessa discussão.
É uma forma de governar nas costas dos cidadãos e contra os cidadãos, mas é também a assumpção de que a direita não sabe o que anda a fazer ao país. A lei apresentada na Assembleia da República teve, aliás, como base uma proposta das suas estruturas locais de Aveiro, apresentada previamente na Assembleia Municipal. Diversos presidentes de freguesias que nas suas reuniões se tinham manifestado contra a extinção de freguesias, votaram então a favor daquilo de que pareciam discordar.
A extinção de freguesias não é mais do que uma exigência da Troika que, como todos sabem, não vai resolver absolutamente nada, já que o peso orçamental destas não chega a 1% do orçamento nacional. As concelhias do PSD e do CDS em Aveiro mostram assim o que são verdadeiramente, ou seja, apenas agências de serviços do poder central, mais troikistas que a Troika.
Agora, enquanto esperamos que se decida qual a nova utilidade a dar ao edifício em construção, pago com o dinheiro de todos nós, o Bloco de Esquerda continuará a lutar para que a lei seja revogada. A sessão para dia 14 mantém-se...

Sem comentários: