terça-feira, 15 de março de 2011

duas Esquerdas...

O PCP lançou uma campanha contra o papel dos deputados do Bloco de Esquerda no Parlamento Europeu, a propósito da resolução sobre a situação actual da Líbia, em que se incluía a propalada "zona de exclusão aérea".
Na minha opinião, há uma diferença entre a esquerda que se contenta com a derrota desde que chegue virgem à idade adulta, e essa é a Esquerda do PCP, aquela que apoia os que são ditadores em nome do Socialismo, não percebendo que o caminho do Socialismo tem que ser pela Democracia e não pela Ditadura. Kadafi é um desses ditadores, apoiado historicamente por Cuba, Coreia do Norte e, sejamos sinceros, pela Europa que lhe vende o armamento.
Mas há outra Esquerda, e a outra Esquerda é aquela que busca o compromisso em nome de um mundo melhor, não apenas daqui a quinhentos anos mas já hoje e o mais possível. É que hoje, meus amigos, o mundo sufoca por mudança.
A esse propósito, e para os interessados, proponho a resposta dos deputados Miguel Portas e da Marisa Matias: http://esquerda.net/opiniao/resposta-infame-campanha

4 comentários:

Arlindo disse...

mais uma vez procuraram "segurar e melhorar a versão proposta pelos socialistas"

bagaco amarelo disse...

arlindo, essa análise revela que não tens nada de jeito para dizer sobre isto, o que eu até compreendo.

rapariga vermelha disse...

"O PCP lançou uma campanha contra o papel dos deputados do Bloco de Esquerda no Parlamento Europeu"

Estive à procura na página PCP e das suas organizações e não encontrei nada.

E o que tem esta história a ver com o apoio a ditadores?

bagaco amarelo disse...

rapariga vermelha, claro que não. há outras formas de o fazer e não é assim muito difícil encontrá-las. a mim, pessoalmente, foi através do FB.
De resto, nesta História, o deputado do PCP escusou-se a votar uma resolução que retira o papel político ao Kadafi. Só pode ser porque se permite a aceitar mais um ditador no poder. Como na Coreia, como na china, como em Cuba...